Maputo, Bairro do Jardim Nº 780 r/c

Juiz britânico quer abolir juramentos sobre a Bíblia

Votos do utilizador: 0 / 5

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Durante s?culos, r?us e testemunhas nos tribunais brit?nicos juravam dizer a verdade colocando uma das m?os sobre a B?blia. Agora, os ju?zes da Inglaterra est?o pedindo que as pessoas n?o

fa?am mais esse tipo de juramento. O argumento ? que na maioria das vezes as pessoas n?o levam isso a s?rio.

A principal alega??o ? que um novo juramento seria mais justo para todos, sem precisar envolver a religi?o e sem que os acusados esque?am que podem ser presos caso mintam. Alguns l?deres crist?os se manifestaram contr?rios. Eles lembram que membros de outras religi?es t?m a op??o de fazer o juramento sem qualquer refer?ncia ? B?blia. Mesmo assim, essa mudan?a iria prejudicar ainda mais a heran?a crist? da Gr?-Bretanha. A decis?o hist?rica ser? debatida este m?s pela Associa??o dos Magistrados e, caso for aprovada, ser? enviada para o Minist?rio da Justi?a.

Um dos principais defensores da mudan?a ? Ian Abrahams, um magistrado da cidade de Bristol. Ele reconhece que parece dr?stico acabar com s?culos de tradi??o envolvendo o juramento religioso. Durante entrevista, ele explicou: ?Cada vez mais vejo as pessoas encolhendo os ombros quando pedimos para colocar a m?o sobre a B?blia. Outras testemunhas acham errado jurar sobre um livro sagrado, e podem optar por fazer uma simples afirma??o? As pessoas precisam apenas demonstrar que entendem que poder?o ir para a cadeia se n?o disserem a verdade?.

Abrahams conta que foi criado na f? judaica, mas hoje se considera um ateu. ?Nosso movimento pretende apenas abolir coment?rios sobre a religi?o no tribunal, mas n?o ? algo antirreligioso?, justifica. O bispo Michael Nazir-Ali, da Igreja Anglicana, religi?o oficial da Inglaterra, lamenta: ?Isso ? uma prova da crescente seculariza??o da sociedade. Onde isso vai acabar? A B?blia est? ligada ? Constitui??o, ?s institui?es e ? hist?ria deste pa?s? Estamos sendo obrigados, em nome da toler?ncia e da seculariza??o, abrir m?o disso?.

Arun Arora, diretor de comunica?es da Igreja da Inglaterra, acrescentou: ?Levando em conta o ?ltimo censo, que mostrou quase 60% dos cidad?os se identificando como crist?os, esta proposta parece ignorar a realidade de que continuamos a ser um povo de f?. John Glen, representando do primeiro-ministro em Salisbury e juiz aposentado, foi enf?tico: ?Isso cheira a outra ideia louca em nome do politicamente correto?.

Durante centenas de anos, as testemunhas diziam nos tribunais, enquanto colocavam a m?o sobre a B?blia: ?Juro por Deus Todo-Poderoso que irei dizer a verdade, toda a verdade e nada al?m da verdade?. Posteriormente, seguidores de outras religi?es podiam optar por fazer juramentos com outros livros sagrados. Os mu?ulmanos juram sobre o Alcor?o e os judeus sobre a Tor?, por exemplo. J? existia a op??o de as pessoas dizerem ?solenemente e verdadeiramente? apenas o que viram, sabendo das consequ?ncias legais caso mentissem.

A proposta de Abrahams e seu grupo ? que se diga apenas: ?Prometo sinceramente dizer a verdade, toda a verdade e nada mais que a verdade. Entendo que se eu n?o fizer isso estarei cometendo um delito pelo qual posso ser punido e enviado para a pris?o?.

© 2017 Ministèrio De Reconciliação com DEUS. Todos os direitos reservados Designed By Aplic.co